17 novembro 2015

EMPODERE ALGUÉM: SOBRE AS MENTIRAS A SOCIEDADE CONTA E VOCÊ ACREDITA SOBRE SI MESMO


Empoderamento é o processo no qual uma pessoa, após a ação de outra,  entende quem é, qual o seu papel na sociedade e se sente segura com isso. Empoderar é mostrar ao outro o poder que unidos temos em modificar o nosso meio e o mundo em que vivemos.
Falando em sociedade, hoje vim aqui para empoderar você. Quantas frases atravessadas ouvimos diariamente pelo simples fato de sermos quem somos. No caso do negro, especificamente, algumas atitudes e expressões são mais corriqueiras.


 É triste constatar que a palavra negro ou preto tem uma conotação pejorativa na nossa sociedade. E entendo também que muitas pessoas não conseguem desvincular essas expressões de algo ruim, baixo, pequeno. Por esse motivo, elas têm dificuldade de chamar uma pessoa negra de negra, é sempre moreninha, mulata, cabocla, escurinha e assim por diante. Ser chamado de negro ou preto não é xingamento, primeiro que é o que somos mesmo e segundo que realmente é nome de nossa etnia e é o que está escrito nas nossas certidões por aí afora. Se chamar uma pessoa branca de branca não é pejorativo, por que chamar uma pessoa negra de negro seria?



E o que falar então da expressão: ‘O cabelo de fulana é ruim’ Oi? Quem é pode medir se um cabelo é bom ou não? Ruim pra que? Ruim pra quem? Aos desinformados, lá vai explicação: O cabelo cacheado/crespo não é escorrido por conta do ambiente e do clima africano. Por ser predominante sol, nosso cabelo precisava reter mais água por conta das altas temperaturas. É seleção natural, amor. E fora as questões biológicas, um black power é um black power, né? <3


E o que falar do julgamento de Inteligência ou capacidade de acordo com a quantidade de melanina que tem na pele do outro¿ Isso é tão absurdo quanto dizer que o homem é mais inteligente que a mulher. Ser negro não é uma vergonha ou um privilégio. É um fato, uma característica. Não deixe que as pessoas te menosprezem pela sua identidade, meu bem! :)


Sabe por que essas pessoas citadas aqui acima lutaram? Elas lutaram pela sua liberdade, não liberdade física apenas, não pra que a gente deixasse de ser escravo somente ou para que os nossos direitos fossem garantidos, eles lutaram para que a gente fosse livre ideologicamente, pra que a gente pudesse exibir, colocar pra fora, toda a nossa cultura, costumes e beleza, se assim quiséssemos. Mandela, Luther King e Zumbi viveram para que a gente fosse livre. Não desperdice isso, coisa linda.

Por fim, tenho um conselho para os que pensam pertencer a uma classe especial da sociedade e que não entende a beleza da diversidade:



E aí, consegui empoderar você? Conte aqui nos comentários suas experiências! Vou adorar saber.
Um beijo,
Bella. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante pra gente. Se joga <3

Posts Recentes

recentposts

Mais Vistas

randomposts

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *