19 novembro 2016

OS CORPOS DAS MULHERES NEGRAS E A POESIA - ESPECIAL DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA


Assim como os tipos de música, o corpo de cada mulher tem uma cadência diferente, um jeito próprio e uma beleza igualmente única.
O corpo de uma mulher é carregado de expressões e poemas – rimas ricas, canções de amor e de amigo, Drummond e Bandeira.  O corpo de uma mulher é carregado de histórias, nem sempre bonitas ou publicáveis.
O corpo da mulher negra, além de tudo isso, é carregado do legado escravista que impera, ainda, na era digital. É carregado de um sex appeal inconveniente, indesejado, doloroso, amedrontador. Os corpos das mulheres negras – mais quentes, diriam – foram usados durante muitos anos como depósito de desejos proibidos, impronunciáveis. E continuam sendo utilizados, só que de forma mais sutil.
Menina preta, não há nada mais seu do que o seu corpo. Suas pernas, cintura e cabelo, seus braços, olhos e queixo são presentes do Criador. Independente do tamanho e do formato, você é absurdamente linda! E além de toda essa beleza, você é flor, Freud e Rainha. Rainha de si, de suas vontades e seu destino.

Descubra em cada pedacinho de você o amor próprio. Descubra os seus tons, celebre-os! Descubra a sua beleza.











Maquiagem: Jéssica Karoline
Convidadas: Ana Caroline, Marília Teles, Ana Lúcia, Marilene dos Santos e Rafaela Teixeira

3 comentários:

  1. Ficou lindo, lindo, lindo demais!!! Obrigada por nos proporcionar essa oportunidade maravilhosa!

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante pra gente. Se joga <3

Posts Recentes

recentposts

Mais Vistas

randomposts

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *