25 julho 2017

SEU CORPO É POESIA | ENSAIO ESPECIAL DIA DA MULHER NEGRA

Somos um espírito, temos uma alma e habitamos em um corpo. Aprendi isso desde pequena e, desde pequena sou confrontada com outras meias verdades. Verdades de homens que não entendiam o corpo das mulheres como propriedades particulares e, por não aceitarem isso, os consideravam extensão de seus territórios. Como uma fazenda ou casa na praia, talvez. Quem sabe até aquele terreno maravilhoso onde o pôr do sol é especial.
Apesar de lindos em qualquer forma de apresentação, os nossos corpos são públicos, são tão nossos quanto nossos ideais. São tão nossos e tão únicos! O número de mulheres agredidas física e sexualmente no Brasil aumenta a cada ano e isso se dá principalmente pela sensação de territorialidade que as outras pessoas têm a nosso respeito.  E quando falamos de mulheres negras essa sensação torna-se certeza. Seriam direitos adquiridos da escravidão? Comigo não, violão. E espero, de verdade, que com você também não aconteça isso, menina/mulher preta.
Ocupe o seu corpo, faça dele bandeira hasteada da sua liberdade. Você e suas formas são poemas lindíssimos, e a autorização para a leitura está sobre sua tutela...

Espero, de todo o coração, que esse post tenha feito você refelir.
Um beijo, 
Bella.

Fotos: Amanda Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante pra gente. Se joga <3

Posts Recentes

recentposts

Mais Vistas

randomposts

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *